23 de setembro de 2010

Eleições 2010


Estamos chegando na reta final das eleições 2010, e como não poderia ser diferente, a caçada aos votos dos brasileiros ainda continua e, sem sombras de dúvidas, continuará até o dia 03 de outubro, e poderá até mesmo se prolongar caso haja 2° turno, tanto a nível estadual (governadores) quanto federal (presidência).

Nos últimos dias, tenho sido indagado quanto aos meus possíveis candidatos, porém, por me considerar um formador de opiniões, prefiro me calar perante algumas pessoas.

Hoje, todavia, aproveitando deste espaço valioso, quero tecer algumas considerações acerca das eleições na pátria amada Brasil.

Primeiro, defendo veementemente uma reforma política no Brasil, não somente a nível partidário, mas, uma reforma que alcance toda a politica nacional, ou seja, sou a favor da eliminição de vários partidos políticos, a proibição definitiva da candidatura de políticos que comprovadamente se envolveram em escândalos e falcatruas, etc.

Segundo, creio que a política brasileira deveria possuir um "filtro político", algo que impedisse a candidatura de pessoas despreparadas, desabilitadas e iletradas no âmbito político; por exemplo, como podemos (em sã consciência) aceitar a candidatura de um humorista como o Tiririca? Alguém que até mesmo na propaganda eleitoral zomba do sofrido povo brasileiro!

Como posso aceitar e conformar com a candidatura de alguém como Ronaldo Ésper? Clodovil (este só não irá concorrer este ano, pois, a morte o levou!), etc. Infelzmente, alguém me responderá:

- Estamos numa democracia!

No entanto, mesmo vivendo num país 'democrático', o médico pode exercer a medicina somente de tiver estudado para isto, da mesma maneira o engenheiro, o advogado, o veterinário, etc.

Entretanto, para ser político no Brasil não se exige nada disso, ai vem um tiririca da vida e diz:

- Você sabe o que faz um deputado federal?

E ele mesmo responde:

- Eu também não sei, mais, vote em mim, pois, quando chegar lá, te conto!


Como diz o jornalista Boris Casoy: "Isto é uma vergonha!

Terceiro, como posso aceitar a candidatura de alguém que possui o titulo de pastor, se veste como pastor, prega como pastor e defende com unhas e dentes a sua vocação pastoral?

Não seria isto mero oportunismo? Não seria também deixar de pescar homens para voltar a pescar peixe? Não seria também uma grande chance para aumentar o patrimônio pessoal?

Sei que muitos vão me bombardear por isto, contudo, esta é a minha opinião, e como Lutero disse, digo também que não me retratarei de qualquer coisa, pois não é justo nem seguro agir contra a consciência. Deus me ajude!

Por último, somente pediria algo aos eleitores brasileiros, principalmente aos cristãos; não deixem de orar por nossos governantes, se possível, no dia 03 de outubro, levante um CLAMOR de pelo menos 30 minutos antes de ir as urnas e, lembre-se: "A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” (Tiago, 5:16).

Que a graça de Deus superabunde em nós!

4 comentários:

Noivinha Fernanda disse...

Sylas, realmente eu acho uma vergonha as eleições no Brasil. Sinceramente eu achava até que o tiririca, é só uma zuação... Isso é um desrespeito com o povo Brasileiro.

Eu estou orando muito pras eleições, vc ficou sabendo da Dilma, vc sabe que o vice dela é o pai do Daniel Mastral, que escreveu o livro filho do fogo? Isso mesmo o vice a presidencia com Dilma é um satanista. Se a Dilma ganhar será um satanista no poder. E outra coisa, há dois dias atrás ela deu uma enrevista e disse que nem Cristo impedirá a vitória dela.

Esse mundo tá uma pouca vergonha, devemos orar e saber escolher bem quem vamos colocar no poder.

sylasneves disse...

Olá Fernanda,

Em primeiro lugar, quero te agradecer pela participação e pelo comentário conciso e pertinente que escrevestes.

Também digo a você que acho uma vergonha e um desrespeito a candidatura de algumas pessoas no Brasil, conquanto, cabe a nós orarmos e votarmos conscientes.

Abraços..

pastoracidafaustino disse...

Pr sylas, paz seja contigo. Olha eu aprendí algo que considero de suma importância para todas as àreas da minha vida, inclusive ministerial.Existe algo inquestionável na vida de um ser humano, o sentimento, ninguém tem o direito de questionar o que você está sentindo,e vc mesmo disse vivemos num país democrático portanto podemos expressar nossa indgnação com tudo o que está acontecendo, também fiquei indignada, parabéns pela sua determinação, um abraço pra cida

sylasneves disse...

Olá pastora Cida Faustino,

Fico grato e lisonjeado com sua participação e comentário neste blog.

Que a graça do Soberano Deus continue superabundando em sua vida!