14 de novembro de 2008

Pastores ou domadores de ovelhas?


Atitudes de alguns “pastores” atuais estão provocando dentro de mim uma grande revolta, todavia, também estou revoltado comigo mesmo.

Estou revoltado, pois, devia a muito ter afirmado que muitos que se dizem “pastores”, não passam de meros carrascos “domadores de ovelhas”.

Estou revoltado, porque me hesitei em denunciar que estes domadores de ovelhas, meramente as alimenta (com péssima comida diga de passagem) e não as apascenta.

Lamento por não ter falado que “pastor” no grego é poimen, que traduzindo significa: “alguém que apascenta rebanhos"; e que apascentar consiste em protegê-las dos predadores, manter sua saúde, examinar seus pastos procurando por qualquer vegetação nociva, assim como prover para elas água pura para beber.

Receei em dizer que os domadores só apascentam a si mesmo (Ezequiel 34:2), se interessam somente pelo dinheiro e os benefícios materiais (Ezequiel 34:3), são infiéis e dominam com rigor e dureza (Ezequiel 34:4); são omissos e causadores da dispersão de ovelhas (Ezequiel 34:5), são preguiçosos, fraudulentos, falsos pastores, pois, não correm atrás da ovelha que se desgarrou (Ezequiel 34:6).

Não entendo porque fui covarde em dizer que os tais, são inteiramente responsáveis por entregarem as ovelhas aos predadores (Ezequiel 34:8).
Sinto muito em não ter dito que, o Senhor é totalmente contra os “domadores de ovelhas” (Ezequiel 34:9) e que estes prestarão conta delas a Ele (Hebreus 13:17).

Não sei porque não mencionei que são semelhantes aos fariseus, ou seja, são hipócritas, heréticos e enganadores, pois, usam algumas partes da bíblia por puro interesse.

Contudo, como diz o ditado popular “antes tarde do que nunca”; quero agora me redimir pelo tempo que: calei, hesitei, receei, lamentei e principalmente pelo longo tempo em que fui covarde.
Por que estou dizendo isto?

Digo isto por que passei longos anos da minha vida, sendo domado em uma dessas igrejas, sim, fui domado e não apascentado.

Cresci no meio de “pastores” (não todos é claro) gananciosos, amantes de si mesmo, hipócritas e acima de tudo heréticos.

Conheci um destes “domadores” que por causa da queda dos dízimos, queria arrumar um texto na bíblia para coibir o povo de comer pizzas e hambúrgueres.

Conheci um outro domador que, só ficava no altar até o momento da coleta dos dízimos e das ofertas, depois deste momento, infiltrava-se dentro da secretária (na hora da palavra) contando o precioso dinheiro, isto tudo, por desconfiança dos tesoureiros (ele alegava); como dizia o baixinho da Skol, será, será?

Já houve entre estes domadores, socos, pontapés e, uma enorme baixaria em busca do tão sonhado poder (nos bastidores é claro). Pode-se dizer que os domadores de ovelhas chegam sem alma ao topo da escada denominacional.

Lembro-me que certa vez, um irmão foi enxotado da sede, porque implorava por um vidro de remédio. Nem mesmo, com um currículo de 10 anos ininterruptos de serviços e dízimos prestados ao “ministério”, ele conseguiu alcançar um único vidro de remédio para sua filha que se encontrava enferma.

Creio que os líderes deste ministério desconhecem ou arrancaram de suas “bíblias” textos como: Isaías 58:6 e 7; Mateus 25:42-45; Lucas 3:11; Atos 4: 32-34; ; Tiago 1:27, etc; textos que falam de amor ao próximo, de ajuda aos necessitados e de repartir com os pobres.

Os domadores não cuidam das ovelhas, cuidam de sim mesmos; eles são egocêntricos, egoístas, avarentos e ditadores.

Domadores de ovelhas distorcem a passagem de Marcos 16:15 - “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”; para isto usam a seguinte passagem “Ide por todo o mundo, pregai o nosso estatuto (com usos e costumes) a toda criatura. Livro de não sei onde 16:15

Estes domadores não cumprem Mateus 28: 19 – “Portanto, ide, e fazei discípulos em todas as nações”; a grande comissão deles consiste em: “ir, e fazer soldados” (que apenas obedece a ordens, sem questionarem nada).

Existem domadores que não passam de meros fabricante de robôs; programam seus membros para dizerem “a bíblia não proíbe, mas, os costumes sim”; “não está na bíblia, mas, está no RI (regimento interno)”; “o meu pastor falou, está falado”; “se eu questionar meu pastor, estarei cometendo o pecado de feitiçaria”; “os usos e costumes santificam mais o povo”; etc. Santas Heresias.

Domadores de ovelhas não sabem que um dos segredos básicos para um rebanho saudável é a procriação com ovelhas de outros rebanhos; ou seja, qualquer rebanho que não cruze com outros rebanhos ficará mais fraco a cada geração. O mesmo é verdade na igreja. Se nós não tivermos comunhão e intercâmbio com crentes de outras denominações, ficaremos continuamente mais fracos ao invés de mais fortes.

Certa vez, meu “pastor, ou melhor, meu domador” proibiu-me de ir ministrar a palavra de Deus numa outra denominação. Tentei questionar e pedi um respaldo bíblico para aquela proibição, todavia, a única coisa que ouvi foi “se você for ficará automaticamente em disciplina”. Lamento dizer que ficaria em disciplina por cumprir as ordens do Mestre Jesus (Ide e pregai), enquanto eles, nunca ficaram em disciplina por traírem suas esposas, visitarem boates, motéis, etc.

Portanto, hoje digo sem medo de errar que, estes domadores de ovelhas, danificam muito mais o seu próprio “rebanho”, do que qualquer problema que poderiam ter encontrado através do intercâmbio com outros.

A verdade é que os domadores anulam ou fazem vista grossa ao Salmo 133 “Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!”.

Sabe, tenho uma opinião formada sobre estes domadores no que diz respeito a intercambio denominacional; eles são contra o intercambio, porque sabem que talvez seus membros encontrem em uma outra denominação, tudo o que eles precisam mais não possuem no seu redil, ou seja, transparência, amor, conselhos, modelos, etc. a verdade é que muitos vão a um intercambio e não mais voltam.

Você pode está se perguntando! Como saber se meu líder é “pastor” ou “domador”? Isto é simples. Responda:


a) Ele tem tempo para te dar conselhos?
b) Ele participa do evangelismo, ou só dá ordens de evangelizar?
c) Ele visita os pobres e necessitados?
d) Ele se interessa pelos seus problemas?


Após responder estas perguntas, medite bem em João 10: 1-16, e se seu “líder” porventura é “domador de ovelhas”. Ore por ele e, se possível mude de redil.


Lembre-se: O pior cego é aquele que não quer enxergar.


Sylas de Souza Neves – Em 16/08/2005 – http://geocities.yahoo.com.br/sylasneves

5 comentários:

ADMINISTRAÇÃO DO STRESS disse...

bem não sei bem se esse é lugar certo...mas misturar Deus com futebol...socoroooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!
"Não ameis o mundo e nem o que há no mundo...se alguém emsmo que for um pastor amar oque tem o mundo( e ama ao ponto de fazer disso assunto de seu blog)...o amor do pai não está NELE....
o MUNDO TEM SEU CURSO....e não definitivamente não estamos nele....
Sinto muito, não precisa publicar o comentário..mesmo porque acho que não teria coragem depublica-lo.Paz.

suelen.18 disse...

Fico mto triste em ver tantos falsos pastores enganando cada vez mais pessoas...li um livro que relata uma ficção que mostra bem essa realidade em uma história surpreendente ...se vcs quiserem ler ele esta no site: www.seteseveneditora.com.br vale a pena é ótimo!!!

Jotão disse...

Por dentro do tema abordado, tenho visto muitos pastores pregarem que os pastores de Israel quebravam as pernas das ovelhas fujonas. Como Cristo nunca foi um "quebrador de pernas", antes curou coxos e paralíticos, gostaria de me informar se essa pregação tem algum respaldo bíblico ou, pelo menos, na tradição dos ovinocultores de Israel. OBRIGADO.

Pr.MArco disse...

Eu conheço domadores ,como conheço....

Pr.José Roberto Santos disse...

estamos vivendo nos fins dos tempos, existe raalmente pastores como o irmao mencionou, mas tambem conheco pastore amaveis, o meu paetor e amigo, Pr.raul cavalcante batista/ de Imperatriz-ma, esta de parabens,pastor, excelente.